O Penedo da Saudade, retiro poético, que só nos faz recordar.

 

Quando pensamos em Coimbra, muitos lugares belíssimos nos vêm à mente, não é mesmo?

Coimbra é uma cidade tradicional e rica em cultura, daí relacionarmos o seu nome com a famosa universidade, que lá se encontra e que é um alvo a ser atingido por muitos jovens, que sonham em poder um dia estudar em uma instituição como esta, que se encontra entre as melhores do mundo.

 

Contudo, além da universidade de Coimbra, se conhecermos um pouco da história de Portugal, outro lugar, que nos chama a atenção é o Penedo da Saudade, ou como era no passado conhecido, a Pedra dos Ventos. Para os românticos, um lugar encantador, repleto de poesia e que guarda em seu interior a nostalgia de tempos remotos, quando embalava a alma dos amantes, que lá estiveram D.Pedro e Inês. Na verdade,neste local, D.Pedro ia chorar a saudade de sua amada, então morta.

O Penedo da Saudade, antes rochoso, ganhou vegetação, tornando-se um lindo jardim, retiro dos poetas. Este é um lugar ideal para um passeio com a família.Curioso destacar, que existem muitos textos gravados nas pedras, que há por lá.Assim, se você estiver em uma viagem de lua de mel, também não pode deixar de visitá-lo.Há lindos poemas de amor, com dedicatórias em todo o parque, muitos deles assinados por poetas em nome dos estudantes da Universidade de Coimbra.

Outro diferencial é que nesse espaço, natureza e cultura se encontram. Em meio a suas folhagens verdes, cheias de vida, de espécies diversas, há muitas placas, que mencionam comemorações de eventos da universidade e algumas delas exibem poesias de seus alunos.

Bem, só para você ter uma idéia da riqueza contida neste local, posso lhe dizer que ele foi construído em 1849 e desde então, não só culturalmente pode ser considerado como um presente, que a cidade de Coimbra recebeu, mas ele também se constituiu em um miradouro, que proporciona a turistas e portugueses o prazer de avistar a encantadora cidade de Coimbra, desde a parte oriental, até o rio Mondego, a Serra do Roxo e a Serra Lousã.

Esse jardim, no século XX, devido aos muitos eventos acadêmicos da Universidade de Coimbra, obteve um recanto conhecido como “sala de cursos”.Lá podemos encontrar bustos de poetas portugueses de renome, como é o caso de Eça de Queirós.

O Penedo da Saudade agrada aos amantes da leitura, pois tem um espaço propício para isso, mas também não deixa de lado, os apaixonados pela botânica, pois sua flora é nativa e sempre, novas espécies são introduzidas a ela. Então se transforma em uma beleza única, jamais vista.

Como tenho certeza de que você não deixará de visitar este local e de desfrutar de um pequeno descanso em um de seus banquinhos, encontrados em meio a caminhos estreitos arborizados, deixarei aqui o endereço do mesmo.

Ele está localizado na Avenida Marnoco e Sousa, Sé Nova.

Como seu nome bem diz, Saudade, é ela que trazemos conosco, quando de volta ao nosso país, assim como todas as recordações desse recanto inesquecível e do povo português, que sempre nos recebe com tanto carinho.